Os Benefícios de se vestir bem

Acordar de manhã, abrir o guarda-roupa e escolher quais peças utilizar é um ato mecânico e sem importância especial para muitas pessoas e uma tortura para outras. Por mais corriqueiro que seja o hábito, cientistas apontam que a roupa escolhida pode alterar o comportamento do indivíduo. O humor do seu dia, a saúde e confiança geral dependem de uma autoimagem saudável e a vestimenta afeta os níveis de autoestima. Os cientistas chamam esse fenômeno de “enclothed cognition”, algo como “cognição de indumentária”.

De acordo com pesquisadores da Universidade de Northwestern, nos Estados Unidos, essa cognição envolve dois fatores independentes: o significado simbólico das roupas e a experiência física de usá-las.

Pesquisas confirmam que até a escolha da cor das roupas pode indicar o humor e estado de espírito. “Geralmente, quem acorda bem, animado, procura peças com mais cores, enérgicas. Se a pessoa não estiver em um dia bom, se for mais introvertida, vai buscar tons neutros ou escuros”, explica.

Muitas pessoas se escondem a própria personalidade atrás de roupas sérias, e não conseguem atrair amigos e boas relações sociais e profissionais. Por outro lado, há casos de quem sempre buscou estampas muito chamativas e intimidava as pessoas ao redor.

A consultoria de imagem é um bom caminho para solucionar esse impasse, e através das recomendações podemos encontrar nosso estilo pessoal e otimizar nossa aparência. A pessoa não vai mudar totalmente, ela vai experimentar algo novo e se gostar vai inserir em sua vida. É importante tentar para sair da zona de conforto e evoluir a cada dia.


PSICOLOGIA

De acordo com a psicologia, as roupas funcionam como um cartão de visita. Muitas vezes nem é algo tão racional e medido, mas a nossa personalidade acaba por influenciar nossos gostos e estilos, sendo assim, a forma como nos vestimos e arrumamos vai passar informações se estamos bem naquele dia, mais despojada ou mais séria.

Se estamos usando coisas que nos favorecem e acentuam nossos pontos fortes, nos sentemos mais poderosos e confiantes. Esses detalhes podem ajudar, dando uma dose de confiança em uma baixa estima, apontam especialistas.

É claro que sentir-se bem também está relacionado aos códigos sociais de vestimenta, muitas vezes dependendo do ambiente de trabalho ou de uma festa ou ocasiões. Conforto também está ligado a sentir-se inserido naquele ambiente e talvez até admirado pelas pessoas à volta.

COMPARTILHAR:

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados